Sucropedia.com - Recuperação

By Bento, Luis San Miguel
Posted on 2006-09-18    Last edited on 2010-11-11
http://sacaropedia.com/entradas/E0010


A Recuperação é a secção da refinaria para onde são enviados os xaropes residuais da Afinação e da Cristalização. Estes xaropes são cristalizados numa série de cozeduras, normalmente quatro cozeduras, até se obter um xarope final do qual não é conomicamente viável, por cristalização, extrair mais açúcar. Este xaope final é designado por melaço.
O açúcar obtido nas duas primeiras cristalizações, pré-recuperação e cozedura A, é dissolvido e enviado para a Afinação. O açúcar produzido nas duas últimas cozeduras, cozeduras B e C, é utilisado como magma de pé de cristalização da cozedura A ou, em separado, das cozeduras A e B (açúcar B para A e açúcar C para B).

Esquema___Recuperacao

Esquema simplificado da Recuperação

Neste esqema, represemtam-se as quatro cozeduras num sistema designado por duplo-einwurf.
Na cozedura de pré-recuperação (PR) é cristalizado o xarope vindo da cristalização do açúcar branco, o xarope de refinação. O açúcar produzido é enviado para a Afinação.
Na cozedura A é cristalizado o xarope de afinação, vindo da Afinação juntamente com o xarope obtido da cozedura PR. A massacozida obtida é centrifugada em centrifugas descontínuas. O açúcar produzido é enviado para a Afinação.
Na cozedura B é cristalizado o xarope obtido na cozedura A.  A massacozida obtida é centrifugada em centrifugas descontínuas. O açúcar produzido é misturado com xarope de afinação e o magma obtido serve como pé-de-cozedura na cozedura A.
Na cozedura C é cristalizado o xarope obtido na cozedura B.  A massacozida obtida é arrefecida em cristalizadores verticais e, após re-aquecimento, é centrifugada em centrífugas contínuas. O açúcar produzido é misturado com xarope da cozedura A e o magma obtido serve como pé-de-cozedura na cozedura B. O xarope resultante desta cozedura é designado por melaço e é armazenado para ser comercializado.

Bibliografia

Lyle, O., Recovery, in Technology for Sugar Refinery Workers, Ed. Chapman &
           Hall Ltd, London, 3rd ed, rep. 1970, Chap.15, 333-343

E0010