Cabeçalho

Clarificação - Refinação

Por Bento, Luis San Miguel
Inserida em 2006-09-18    Actualizada em 2010-10-15

 

O açúcar bruto contém sólidos insolúveis (bagacilho, aria, matéria coloidal) que não é separada na Afinação. Assim, o licor de afinação possui uma turbidez elevada necessitando de se efectuar uma clarificação antes da operação de Descoloração. 
A remoção da matéria insolúvel é importante uma vez que se utilizam produtos altamente porosos (carvões e/ou resinas) para a descoloração do licor. A presença de matéria em suspensão no licor pprovocaria o bloqueamento dos poros e a diminuição da eficiência dos descolorantes usados. Também, na cristalização, a matéria insolúvel poderia ficar ocluída nos cristais de açúcar, diminuindo a sua quallidade. Assim é importante efectuar a remoção da matéria em suspensão antes da Descoloração e da Cristalização.

A clarificação do licor de afinação pode ser feita de diferentes modos , sendo os mais usuais:

- filtração por terras diatomáceas;
- carbonatação;
- fosfatação.

O promeiro processo mencionado consiste na adição de uma terra diatomácea de grau médio (tipo High Flow Supercell), ao licor de afinação, numa quantidade entre 0,3% e 0,5%, em sólidos. Esta mistura é filtrada em filtros à pressão tipo rotativos, de placas ou de membranas em que se faz uma pré camada com um auxiliar de filtração. 

Nos processos de Carbonatação e de Fosfatação forma-se um precipitado de carbonato de cálcio e de fosfato de cálcio, respetivamente. Na formação deste precipitado há uma co-precipitação da matéria insolúvel que será removida conjuntamente com o precipitado. A presença de cálcio na superfície do precipitado pode fixar corantes aniónicos que assim serão removios do licor.
Na fosfatação é usual usar-se um polímero catiónico que removerá os corantes da solução.

E0004




Comente esta entrada
Creative Commons License 247856 visitas desde 2010-10-01 Política de privacidade

Read this entry in english